6 dicas para viver bem e melhor após o câncer

2021-10-20T12:37:53-03:00

 

Receber o diagnóstico de um câncer é um momento muito delicado. Cada pessoa reage à sua maneira, mas uma coisa é certa: não é uma tarefa fácil ou simples. É normal que o paciente fique com o emocional abalado, afinal são muitas informações a serem absorvidas. Além disso, uma nova rotina é implementada, com consultas médicas, cirurgias e tratamentos. Passada essa fase e com a chegada da alta médica, é hora de retomar a vida. Então o que fazer?

Separamos seis dicas importantes que vão te ajudar a ter uma vida normal e a viver melhor após o câncer. E neste mês onde chamamos atenção e conscientizamos as mulheres sobre o câncer de mama através da campanha Outubro Rosa, também reforçamos a importância do diagnóstico precoce da doença que, quando descoberta em seu estágio inicial, apresenta chances de cura de 95%.

Leia mais: Outubro Rosa: sintomas, tratamento e prevenção do câncer de mama

Tenha nos amigos e família uma rede de apoio

Mesmo após o fim do tratamento, é normal que o seu psicológico permaneça abalado e as emoções à flor da pele. Por isso, seja honesta com os seus sentimentos e busque ajuda dos amigos e familiares sempre que for preciso. ONGs e associações também podem ser um ponto de apoio nesse momento.

Esteja preparada para os dias ruins

É natural que existam dias onde você se passe a questionar porque teve câncer, a razão de ter sobrevivido ou sinta medo e ansiedade sobre uma possível recidiva da doença. Busque serenidade para encarar esses sentimentos ruins e crie formas de superar esses momentos, como programações em família ou com amigos.

Busque novas atividades e descubra um novo hobbie

Esse é um ótimo momento para experimentar uma nova atividade, principalmente aquelas que você sempre sonhou em fazer e deixou para depois. Invista tempo em você e na sua felicidade, essa pode ser a chance de descobrir um novo hobbie e criar novas perspectivas.

Volte a trabalhar

Se você precisou se afastar do trabalho após a descoberta da doença, voltar às suas atividades ajudará na recuperação da rotina, do senso de normalidade e do controle sobre a sua vida. Caso você não se sinta confortável para o retorno, seja por efeitos físicos, emocionais ou psicológicos, analise novas possibilidades.

Cuide da sua saúde

 Mudanças no seu estilo de vida irão fazer bem à sua saúde e sua mente. Busque conhecer o seu corpo e tratá-lo com carinho e gentileza, alimentando-se adequadamente, praticando atividades físicas e implementando hábitos saudáveis como dormir bem e fazer consultas médicas regularmente.

Compartilhe suas experiências

Dividir a sua trajetória de sucesso, com suas dores, medos e incertezas, pode fazer a diferença na sua vida e na de outras pessoas, minimizando o sofrimento de quem está passando pela mesma experiência que você já passou. Pense sobre tudo o que aprendeu durante esse período e compartilhe esperança.

Leia também: Reconstrução de mama renova autoestima após o câncer